terça-feira, 2 de outubro de 2007

Orkut, o rei

Tenho notado que o Orkut anda falado até demais.

Tamanha sua importância devido à constante presença na vida do brasileiro com (e até sem) internet em casa, o Orkut tem dado umas bandas pelo tão sério jornalismo. Ele está servindo de legitimador das idéias difundidas principalmente pelo telejornalismo (se alguém já tiver visto em impressos, me informe por favor).
Não mais pesquisas, nem enquetes nas ruas. Basta mostrar uma comunidade com mais de 40 mil membros, e está feito! "Olhem só, quanta gente pensa isso."

Mera ilustração ou um convite a pensar o mesmo que os membros da comunidade?

Quão grande é a certeza desses membros ao entrar para o grupo? Alguns entram por realmente se enquadrar no tema, mas muitos outros por moda.

O jornalismo tem esperado que todos sejam sinceros. Ilustrar com o Orkut até é legal, mas considerar como uma verdade legitimadora das idéias da opinião pública, já é demais. E é isso o que os telejornais têm dado a entender.

2 Comments:

Jordana said...

essa é minha garota!

que orgulho, QUE ORGULHO!!!

muito bem pensado, danizinha.. parafraseando o "pérolas do enem": concordo em gênero e número igual!!


beeeeeijos =)

Marcos said...

O Orkut tá virando um produto convergido das mídias que a gente sempre gostou. Agora tem vídeos, álbum com maior espaço pra fotos e trocentas outras coisinhas... É que nem o Nescau novo, com mais chocolate! o.O Tomara que não seja lançado o Jornalismo 2.0 porque o senão o orkut vai copiar em dois toques! :P

Muito bom o post!

Beeeeijo!