quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Eu...


Gostar de mim como sou não implica em gostar de pessoas como eu.

Sou obrigada a conviver comigo mesma. Obrigada a me aturar irritada, triste, indecisa, perfeccionista, em TPM e até mesmo feliz.Como se os possíveis estados a só esses se resumissem.

Se por vezes já se torna difícil sair comigo, imagine com uma dose dupla de mim.

Entendi finalmente por que os opostos se atraem. Posso competir com a teoria da Física. O diferente me atrai. O estranho me faz rir. O novo me surpreende. Atitudes inovadoras são passíveis de espantar e distanciar, ou de encantar e aproximar corações. Gosto quando o destino escolhe a segunda opção. Não que eu acredite em destino. Mas se ele existir, que seja para fazer aterrisar coisas boas no meu quintal.

Do mesmo já basta eu. Anseio pelo divergente, porém também atraente.

*Momento musical*
Coloco essa letra de música, a fim de dar subsídio para outras idéias diferentes dessa... afinal, o diferente é bom.

Pato Fu - Eu

Eu...queria tanto encontrar
Uma pessoa como eu
A quem eu possa confessar
alguma coisa sobre mim

Quando acontece um grande amor
assim como você e eu
o tempo passa por nós dois
não lembro o que aconteceu

Eu...queria tanto encontrar
Uma pessoa como eu
A quem eu possa confessar
alguma coisa sobre mim

Mas nem por isso vou ficar
a questionar os erros meus
Você precisa procurar
Achar o que você perdeu

Eu...queria tanto encontrar
Uma pessoa como eu
A quem eu possa confessar
alguma coisa sobre mim

(Texto propositalmente escrito com excesso de primeira pessoa e repetição de palavras.)
(Espero ter motivos para voltar a escrever mais!)
(Beijos!)
(Comentaaaaaa!)

5 Comments:

marquinhos said...

Te mete, hein?
Mandou bem, muito bem!
Não sou teu oposto, não sou teu contrário e não sou teu novo. Mas vou e sempre serei teu misto de companheiro, porque amigo existe, mas deixa de ser amigo com o passar dos tempos. Companheiro é aquele que vai te acompanhar p/ o resto da vida independente das brigas e das opiniões diferentes. Sendo REALMENTE teu amigo! ^^

p.s.: Boa música! Essa é uma composição do Graforréia Xilarmônia que o Patu Fu regravou, massa! :D

Beijooooones!

Luiza said...

Oiii!td bem?adorei o blog.bjus

Luiza said...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Rosiana said...

oii danii!
adorei o texto tbm!
me chamou a atenção a olhar, pelo dia.. tu sabe o porquê! hehehe

e a música também, é muito legal!
beijão!

Lauro I. Quadrado said...

isso é interessantíssimo:
"Gostar de mim como sou não implica em gostar de pessoas como eu."

=)